ACBF venceu o Corinthians por 4 a 1 em um dos jogos mais esperados da Liga Nacional de Futsal. Em casa, os gaúchos abriram o placar logo cedo e depois mantiveram o resultado que deixa a equipe na liderança da tabela, com 28 pontos. Já os paulistas vão para a pausa na sexta colocação.

Em um jogo muito equilibrado, o Carlos Barbosa saiu na frente cedo, o que lhe permitiu ter mais tranquilidade no jogo. Atrás no placar, o Corinthians se expôs e chegou a criar chances, incluindo três bolas na trave, mas pegou na finalização e sofreu com os contra-ataques. Bruno Souza foi o destaque da partida com dois bonitos gols em jogadas individuais.

Ulisses Castro

Bruno Souza é um dos líderes da ACBF, líder isolada da Liga Nacional de Futsal 2018

– A gente tem conseguido regularidade individual e como equipe. Esse jogo era importante por causa da parada para que ficássemos lá em cima. Para ficarmos na ponta da liga. Felizes por chegarmos a esse objetivo. Vamos descansar, mas já pensar nos próximos desafios – disse Bruno Souza após a partida.

– A equipe criou boas chances, mas hoje não foi o dia. Não botamos a bola para dentro do gol. Agora é pensar na próxima. Estamos no topo, mas era um jogo de extrema importância. Precisamos a vencer e vencer os grandes – lamentou Renatinho.

O jogo

A partida prometia. E os jogadores mostraram desde o início o que os torcedores esperavam. No segundo minuto de jogo, Pesk aproveitou chute de Marlon e mandou de peito para o gol e para abrir o placar para o Carlos Barbosa. O clima estava quente. E Marquinhos Xavier foi expulso aos cinco minutos de jogo. O jogo era pegado, mas não as chances não apareciam com frequência. Aos 12 minutos, João Salla teve a chance de aumentar a vantagem do Carlos Barbosa em um tiro livre direto, mas Obina defendeu. Na sequência, Felipe Valério assustou, exigindo outra boa defesa do goleiro.

Ulisses Castro

Pesk, pivô da ACBF, tenta escapar da forte marcação do Corinthians

Em desvantagem, o Corinthians foi para cima e quase diminuiu aos 14 minutos, mas Wolverine fez duas grandes defesas no mesmo lance após chutes de Renatinho e Daniel. Mas quem marcou foi o Carlos Barbosa. Aos 15 minutos, João Salla aproveitou nova oportunidade em tiro livre direto para ampliar. Antes do fim do primeiro tempo, Matheus limpou e diminuiu para os paulistas.

O Corinthians voltou para o jogo tentando empatar o mais rápido possível. Mas não chegou a assustar Wolverine. Quando Guitta saiu do gol, o goleiro de Carlos Barbosa quase marcou por cobertura. No lance seguinte, Bruno Souza roubou a bola no meio campo e encontrou a defesa corintiana aberta. O camisa 8 só teve o trabalho de ajeitar e soltar uma pancada no ângulo para ampliar. Aos sete minutos, Wolverine saiu para marcar Alex. O goleiro demorou a voltar para o gol, enquanto o camisa 10 foi rápido e serviu Nenê, que chutou na trave. Pouco depois, Nenê perdeu quase embaixo da trave.

Ulisses Castro

Henrique puxa ataque do Corinthians em duelo de campeões em Carlos Barbosa (RS)

O Corinthians continuava em cima, mas não conseguia achar chances claras. Aos 14 minutos, os paulistas tiveram mais uma bola na trave após desvio de Daniel em chute de Murilo. Aos 15, Alex entrou como goleiro-linha. A três minutos do fim, Renatinho chutou duas vezes: uma Wolverine defendeu, a segunda foi na trave. Mas, como diz o ditado, quem não faz…Bruno Souza arrancou pela esquerda, deixou Renatinho no chão para fazer o quarto dos donos da casa. Antes do fim do jogo, Murilo ainda teve um tiro livre direto para diminuir a diferença, mas Henrique defendeu.