O Atlântico joga pelo título da Liga Nacional de Futsal 2018, neste domingo (09/12), às 11h, no Ginásio do CER.Atlântico, em Erechim (RS), diante do Pato. E se de depender da inspiração dos artilheiros da competição e jogadores do Galo, Keké e Café, a inédita conquista ficará no Rio Grande do Sul.

Renan Pereira

Companheiros de time e artilheiros da LNF 2018, Keké e Café querem levar o Atlântico ao título nacional

Keké é o artilheiro da Liga Nacional de Futsal 2018, com 21 gols. Café vem na sequência, tendo marcado 19 gols na competição nacional. Com 17 gols, aparecem o fixo Rodrigo, do Magnus, que não atua mais pela atual edição do campeonato, e Danilo Baron, do Pato, desfalque confirmado na decisão por conta de lesão. “Nós construímos uma sintonia boa e conseguimos ajudar muito a equipe nessa temporada, mas queremos mais, não importa quem faça o gol e sim que o Atlântico saia de quadra vencedor”, comentou Keké.

Segundo Café, um dos ídolos em Erechim (RS), os gols aparecem com naturalidade. “Tanto eu, quanto o Keké, jogamos para vencer. Os gols foram acontecendo de forma natural, com bastante entrosamento. O objetivo principal é o título da Liga Nacional e não pensamos na artilharia. Nosso jogo é alegre, ofensivo e vamos continuar fazendo isso”, disse o ala.

Para ser campeão da LNF, o Atlântico precisa vencer no tempo normal para levar a disputa à prorrogação. Caso o jogo se encaminhe ao tempo extra, a vantagem da igualdade no placar é do Atlântico, que teve melhor campanha na primeira fase do campeonato. “Sabemos que vamos enfrentar uma equipe difícil, mas estamos dentro de casa, é o jogo da vida de todos nós e vamos deixar tudo em quadra. O Caldeirão do Galo faz a diferença, a torcida nos apoia, nos dá força, grita e o ambiente será bonito”, comentou Café.

No jogo de ida, o Pato venceu o Atlântico por 6 a 0, no Dolivar Lavarda, em Pato Branco (PR). Os gols da partida foram marcados por Alemão, Di Maria (2), Lucas (contra), Ernandes e Djony.