Para ser bem exato, 25,89. Essa é a média de idade do grupo da Assoeva/Unisc/ALM para a temporada 2018. É consenso ao menos entre os mais experientes, que o grupo tem tudo para dar certo. “Para isso é essencial que todos os jogadores assimilem as orientações da comissão técnica em todos os trabalhos. Está sendo assim ao menos agora na preparação física”, destaca o capitão da equipe em 2017, Boni.

Para o líder da equipe, a união de todos tem que estar aliada no dia a dia. “Lembro ue na temporada passada nós jogadores firmamos um pacto. A união fez a força. Foi dada a volta por cima e no final cada torcedor do clube está muito lembrado das conquistas. Esse ano não pode ser diferente. O clima entre os jogadores está 100%. Agora é procurar manter essa corrente positiva”, ressalta o capitão.

Roni Müller

Dimas e Carlão trazem experiência para o grupo da Assoeva

A ala mais experiente do grupo começa no próprio capitão Boni que tem 38 anos. Do grupo remanescente de 2017, Dilvo (34) e Caio Júnior (31) já passaram da ‘casa dos 30’.

Entre o grupo de reforços para a temporada, Deivão e Dimas são ‘os mais velhos’, 32 anos. Carlão está com 30 e Vini Scola com 28 anos.

“Independente da média de idade, temos é que demonstrar dentro de quadra aquilo que somos capazes em termso de resultados” , completa Boni.

492 é a soma final da idade dos 19 atletas que compõem o grupo profissional da Assoeva/Unisc/ALM. Estão incluídos aqueles jogadores que mais tarde farão parte do grupo da Sub20 como Vagner Manica, Dickson, Axel, Vinícius, Marcílio.