A direção do Atlântico Futsal realizou no último sábado, 10, uma homenagem aos ex-técnicos da equipe: Paulinho Sananduva, Cigano e Paulo Mussalém. Juntos, eles conquistaram os principais títulos da história do clube, como campeonatos estaduais, a Taça Brasil, Libertadores e o Mundial de Clubes.

Edson Castro

Sananduva, Mussalém e Cigano são homenageados em Erechim (RS)

Paulinho Sananduva comandou a equipe na conquista do primeiro estadual, em 2011. “É o que a gente faz, com dedicação, com carinho, muito profissionalismo, abraçar aqueles clubes que dão as condições para a gente trabalhar. Foi importante, junto com a comissão técnica e jogadores ter conquistado aquele título. Estou muito feliz por esta homenagem, é um clube que tenho um apreço muito grande”, frisou.

Cigano chegou depois e colocou na estante de troféus conquistas como a Taça Brasil e a Libertadores. “Esta homenagem não tem preço, por tudo que passei aqui, tantas coisas bonitas vividas aqui, vários títulos conquistados. Fico feliz pela oportunidade de contribuir com esses títulos. E agradecer ao Atlântico também por este reconhecimento, certamente me deixa muito feliz e emocionado”, acrescentou Cigano.

Edson Castro

Sananduva, Mussalém e Cigano com os diretores do Atlântico

Paulo Mussalém veio em 2015 para sua segunda passagem como treinador do Atlântico. Naquele mesmo ano, comandou a conquista do Mundial de Clubes. Ele ainda seria campeão do Gauchão em 2016. “Tenho que agradecer aos atletas e comissão técnica que fizeram jus ao título, eu sou parte disso. Agradecer a direção do Atlântico em acreditar no trabalho de um treinador de outro estado. Agradecer a cidade de Erechim que recebeu a mim e minha família de braços abertos. E esta homenagem de hoje, muito obrigado ao CER Atlântico, à imprensa, ao povo de Erechim por isso que vivi aqui”, completou.

Participaram da homenagem os diretores de futsal do Atlântico, Cladir Dariva, Aljocir Berticelli, Mário Tormen, Pedro Pacheco, Jaci Malacarne e Elisandro Marmentini, além do presidente do Clube, Julio Brondani.