Mauricio Moreira

Pato venceu o primeiro jogo e tem a vantagem do empate no tempo normal diante do Atlântico

Finalistas da Liga Nacional de Futsal 2018, Atlântico e Pato vêm trabalhando forte desde o último domingo, quando os paranaenses saíram na frente na decisão com uma vitória por 6 a 0 em Pato Branco (PR). Neste domingo (09), as equipes fazem o segundo e último jogo da final, às 11h, em Erechim (RS). O SporTV transmite ao vivo com pré-jogo a partir das 10h. O GloboEsporte.Com acompanha em tempo real. Ao Pato basta um empate para ser campeão. Já o Atlântico precisa vencer por qualquer placar para forçar a prorrogação.

“É o único troféu que falta para a galeria da equipe. Sentimos o impacto da derrota pelo placar que foi, mas a torcida do Atlântico nos apoiou e enviou mensagens desde então, e isso emocionou muito a gente. O que passou, passou, quem não gosta de jogar com ginásio cheio com a torcida gritando o seu nome? A torcida passou o ano todo incentivando a gente, e tenho certeza que ela nos apoiando nós vamos ter uma força a mais para reverter esse placar e conquistar esse título”, disse o fixo Allan.

José Delmo Menezes Jr

Allan é a novidade no Atlântico para a decisão da LNF 2018

Pelo lado do Pato, a ideia é controlar a euforia pelo resultado no primeiro jogo. Para o técnico Sérgio Lacerda, a equipe precisa da mesma competitividade demonstrada ao longo da temporada.

“Esperamos que a gente tenha uma grande festa, porque o que fica é a lembrança do último jogo. No Brasil só o campeão é lembrado, então precisamos manter o mesmo nível de competitividade de toda a temporada. Desenvolvemos um trabalho conjunto muito grande esse ano todo. É importante frisar que no clube todas as funções são respeitadas, o que colocou o Pato num patamar maior em pouco tempo”, destacou o treinador.

Mauricio Moreira

Neguinho retorna de suspensão e enfrenta o Atlântico na decisão da LNF 2018

Pelo lado do Pato, a novidade é o retorno do ala Neguinho, que cumpriu a automática. Danilo Baron segue fora por conta de lesão. Já o Atlântico tem o retorno do fixo Allan, que também não atuou no primeiro jogo da decisão por conta de suspensão.