A torcida do Tubarão já comemorava a vitória por 1 a 0 sobre a Assoeva quando o ala Vanger conseguiu o que parecia improvável. Após cobrança de escanteio da direita, ele acertou um lindo chute de primeira decretando o empate em 1 a 1 nos segundos finais do duelo realizado no ginásio Estener Soratto, em Tubarão (SC). O resultado não altera muita coisa no panorama das equipes na classificação. O Tubarão está em sexto com 23 pontos, enquanto a Assoeva ocupa a 10ª colocação, com 17. O time de Santa Catarina volta a jogar pela LNF no dia 20 contra o Marreco. Já a equipe de Venâncio Aires (RS) entra em quadra apenas no dia 28 contra o mesmo Marreco.

Luiz Fogaça

Assoeva empata no fim contra o Tubarão

O Tubarão teve mais volume de jogo no início, mas quem teve a primeira boa chance foi a Assoeva. Aos dois minutos, Igor Carioca recebeu livre na área e tocou na trave. Aos seis, foi a vez de Torres assustar a defesa do Tubarão em chute de média distância. Bem colocado, Marcinho fez a defesa. O time da casa só foi chegar com perigo pela primeira vez aos nove. Após arrancar pelo meio, Jedi chutou forte, e Deividi fez a defesa.

Aos 12, Rodriguinho arriscou de longe, e a bola triscou a trave. Refeito do susto, a Assoeva esteve muito perto de abrir o placar aos 13. Em jogada de contra-ataque, Tuiu arrancou sozinho e bateu na saída de Marcinho, que conseguiu fazer a defesa. Com os dois times buscando o gol, a partida seguiu movimentada até o fim do primeiro tempo. Contudo, as defesas se sobressaíram aos ataques, e o placar permaneceu zerado.

O segundo tempo começou com o Tubarão indo para cima em busca do primeiro gol. Aos oito minutos, enfim, o time catarinense foi recompensado. Em jogada pelo meio, Ferrugem recebeu passe de Jedi e limpou a marcação antes de estufar a rede: 1 a 0. Aos 11, a Assoeva chegou a balançar a rede, quando Alemão chutou cruzado, e Tuiu desviou para o gol. Contudo, o desvio do camisa 14 foi com o braço, e o gol foi devidamente anulado.

Nos minutos finais, o técnico Guigo lançou Igor Carioca como goleiro-linha. Aos 17, Marcinho fez defesa milagrosa em chute de Vagner. Dois minutos depois, Ferrugem arriscou de longe e por muito pouco não marcou o segundo do Tubarão. Quando a partida se encaminhava para a vitória do time da casa, Vagner acertou um lindo chute de primeira decretando o empate em 1 a 1.