Depois de duas temporadas vitoriosas no Pato Futsal, o ala Joanderson dos Santos Guimarães, ou somente, Jan Guimarães publicou em suas redes sociais qual será seu destino em 2018.

Jan que foi campeão paranaense da série Prata em 2016 e da Ouro em 2017, está se transferindo para o Eléctrico Futsal de Portugal, mesmo time que em junho, Jamison dos Santos Moura, o Nem, foi defender as cores.

Com a publicação de sua contratação pelo time português, torcedores do Pato deixaram recados para o atleta.

“Vai lá guerreiro mostra o seu potencial como fez aqui”, comentou um torcedor. Outro agradeceu por “honrar a camisa do Pato”, enquanto que muitos o parabenizaram.

Diário do Sudoeste

Jan defendeu o Pato em 2017

Outros dois que não vão defender a camisa do Pato Futsal em 2018 são os alas (direito) Rodrigo Trentin e (esquerdo) Sérgio Jamur de Souza. A dupla como já vem sendo anunciado desde o final do Campeonato Paranaense, está se transferindo para o Foz Cataratas.

Em uma rede social, Jamur publicou oficialmente na sexta-feira (22). “Venho comunicar minha nova equipe para 2018, o Foz Cataratas, vamos em busca de novos objetivos, muito motivado para vestir essa camisa. Que Deus abençoe nessa nova caminhada”.

Ao mesmo tempo que recebeu o carinho de torcedores do Foz Cataratas na postagem, Jamur também teve o reconhecimento da torcida do Pato.

Números

Inscrito nas duas competições que o Pato disputou em 2017 — LNF (Liga Nacional Futsal) e Paranaense série Ouro —, Jan esteve relacionado em 13 jogos da liga, não marcou nenhum gol, cometeu oito faltas e recebeu dois amarelos.

Pelo estadual, o último cartão amarelo recebido por Jan foi em 2 de agosto. Na competição ele marcou quatro gols.

Já Trentin recebeu seu último cartão amarelo no estadual, no primeiro jogo da final (2 de dezembro), ele marcou 5 gols na competição.

O ala direito esteve relacionado em 14 jogos da LNF, cometeu cinco faltas, recebeu três cartões amarelo e marcou sete gols, a segunda melhor média do elenco do Pato na competição nacional, atrás apenas do seu futuro companheiro de Foz Cataratas, Jamur.

Este por sua vez, foi o maior artilheiro do Pato na temporada, foram 13 gols no estadual e oito na LNF.