O JEC/Krona começou na frente na final do Campeonato Catarinense da Divisão Especial. Jogando em casa, o Tricolor mostrou sua força e venceu o Concórdia por 5 a 2 na noite desta quinta-feira, em partida disputada no ginásio do Sesc.

Fernando, Xuxa, Fernando (contra), Jé e Fernandinho marcaram para o Joinville. Fusca e Jhony diminuíram para os visitantes.

Com o resultado, o JEC/Krona joga por um empate para ser campeão estadual na próxima segunda-feira, às 20 horas, em Concórdia. Se perder, poderá buscar o título no tempo-extra, mas terá de vencer na prorrogação.

Juliano Schmidt

Joinville venceu Concórdia na primeira partida da decisão

O JEC/Krona começou a partida de forma arrasadora. Em menos de quatro minutos, o Tricolor abriu 2 a 0 no placar. E os dois gols vieram de atletas que estão se despedindo da equipe.

O primeiro com o fixo Fernando. Ele recebeu no lado direito da quadra e mandou no ângulo direito do goleiro João Neto, do Concórdia: 1 a 0.

O segundo foi de Xuxa. Em jogada parecida com o gol de Fernando, ele tocou por debaixo das pernas do goleiro João Neto e a bola entrou mansinha dentro do gol.

Apesar da desvantagem no placar, os visitantes não se intimidaram. No minuto seguinte, Fusca recebeu cara a cara com Willian e tocou na saída do goleiro joinvilense: 2 a 1. O empate aconteceu quatro minutos depois. Após cobrança de escanteio, Jhony igualou.

Depois do susto, o Joinville voltou a comandar as ações do duelo. O Tricolor chegou a carimbar a trave de João Neto duas vezes antes de voltar a a marcar num lance bizarro. A cinco minutos do fim do primeiro tempo, Fernando, do Concórdia, tentou afastar a bola, se atrapalhou e acabou fazendo um gol contra inacreditável para a alegria dos joinvilenses.

No segundo tempo, uma pintura de Jé ampliou o placar para o JEC. Ele recebeu na ponta direita, dominou e mandou no ângulo de João Neto, aumentando para 4 a 2.

Depois disso, o Concórdia passou a utilizar o goleiro-linha na busca pelo empate. A estratégia, no entanto, não deu certo. O goleiro Roger errou o passe, Xuxa recuperou no meio da quadra e serviu Fernandinho, que tocou para o gol vazio fazendo 5 a 2.

Outras chances até surgiram com o Concórdia se arriscando no goleiro-linha, mas o placar não se alterou, confirmando a vitória do JEC.