A temporada 2018 do futsal brasileiro começou para o Supermercados BH/Minas. Na segunda e na terça-feira, os jogadores fizeram exames médicos, mas o primeiro treino com bola aconteceu na manhã desta quarta (17/1), na Areninha, no Minas I. A maior parte da atividade foi comanda por Rodrigo Santiago, preparador físico do Supermercados BH/Minas, mas o treinador Paulo César Cardoso também orientou o elenco durante parte do treino.

Ignácio Costa / Minas Tênis Clube

Minas vem para mais uma LNF

A primeira atividade com bola mesclou tática, técnica e aprimoramento físico do elenco, que se reapresentou nesta semana. Os alas Caio e Augusto não renovaram com o Supermercados BH/Minas, mas vários atletas da base minastenista foram promovidos ao time principal. O calendário de jogos das competições que o Supermercados BH/Minas irá disputar em 2018 ainda não foi divulgado, mas o elenco já está focado na Taça Brasil e na Liga Nacional de Futsal (LNF). O técnico Paulo César Cardoso falou sobre a primeira semana de treinos dos minastenistas.

O retorno

Nós sempre treinamos, independentemente da situação, seja ela física, técnica ou tática, de uma forma contextual. É claro que, nestas duas primeiras semanas, o Rodrigo (Santiago, preparador físico) tem um controle maior de carga. Então, nesta semana e na semana que vem, ele vai estar mais à frente de todos os trabalhos. Mas você nota que todos os trabalhos são contextuais, com oponentes, com movimento. Tudo que tem no contexto do jogo é colocado no treino.

O que muda nesta temporada

É muito cedo para falar, mas a gente lembra que tudo foi planejado para que neste ano nós confirmássemos os objetivos. Nos dois anos anteriores, nós demonstramos que poderíamos conquistar naqueles momentos. Mas acabamos não conseguindo. O que a gente pensa hoje? Que possamos resumir esse pensamento, essa percepção que tivemos, e lembrar que tudo era para ser feito agora, independentemente do rendimento e possibilidade que mostramos nos dois anos anteriores. Perdemos alguns atletas, mas ganhamos muitos do Sub-20, que fizeram um trabalho excelente em dois anos. Eles estão prontos para compor o adulto. Fora isso, mantivemos uma base forte.

Vão para os jogos

Neste ano, diferentemente dos anos anteriores, vamos utilizar os atletas que vieram do Sub-20. Nos outros anos, eram composições para ajudar em treinamentos. Neste ano, a expectativa é que eles venham para jogar.