Um dos destaques da vitória corintiana por 3 a 0 diante do Joinville pela Copa do Brasil foi o golaço de Obina. Batizado Matheus Henrique, nascido em 1998, o novo goleiro do Corinthians mostrou que está preparado para ocupar a vaga deixada por Guitta, que acertou com o Sporting de Portugal.

Yuri Gomes

Obina marca na decisão da Copa do Brasil e faz a alegria da torcida alvinegra

“Quando era pequeno treinava com uma camiseta do Flamengo com o nome do Obina nas costas, aí o apelido pegou. Os torcedores aqui não lembram do Obina porque ele jogou no Palmeiras. Estou tentando fazer a minha própria história no Corinthians, assim como o Guitta fez”, disse o goleiro de apenas 20 anos.

O primeiro capítulo da história do paranaense no clube foi escrito com sucesso. Obina se aproveitou de uma falha do ataque do Joinville e, da sua própria área, mandou a bola direto na rede. Foi o segundo gol da partida que valia o título inédito para o time do Parque São Jorge.

“É uma felicidade inenarrável. Eu não esperava, mas sobrou aquela bola ali. Pensei: vou tentar para ver o que vai dar, não é?”, comemorou.

Yuri Gomes

Corinthians é campeão da Copa do Brasil de Futsal 2018

Obina chegou ao sub-20 do Timão no ano passado e já soma 19 jogos sob o comando do técnico André Bié. Antes de se mudar para a capital paulista, ele passou pelo time de sua cidade natal, o Marechal Cândido Rondon. Em julho, logo após a transferência de Guitta, veio a chance de ser titular.

“Acabei de completar 20 anos, tudo foi acontecendo muito rápido. Eu jogava em um time do interior até pouco tempo” lembrou. Confira AQUI o gol de Obina na final da Copa do Brasil.

Com Obina e companhia, o Corinthians tem pela frente os playoffs da Liga Paulista e da Liga Nacional de Futsal 2018.