Falcão irá se aposentar da carreira como jogador profissional de futsal. Aos 41 anos, o maior ícone da modalidade no mundo trilha os últimos passos antes do adeus. A despedida da seleção brasileira abriu o caminho para o término de uma história repleta de títulos, gols e muita emoção.

Mayelle Hall

Falcão tem sido decisivo para o Magnus nos jogos finais da LNF 2018

Até o fim do ano, Falcão pode fazer no total apenas mais oito jogos entre as Ligas Paulista e Nacional. Segundo o clube, o camisa 12 não irá disputar os Jogos Regionais, diminuindo o número de jogos antes do adeus definitivo. O número varia por conta de possíveis eliminações e jogos em que o craque pode ser poupado. Por enquanto, apenas duas partidas estão garantidas: uma em Sorocaba e outra em Joinville.

Em caso de eliminações nas Ligas Paulista e Nacional, Falcão estaria aposentado oficialmente no dia 13 de novembro, data do confronto de volta da semifinal do estadual, que será disputado na Arena Sorocaba. Após perder o jogo de ida, o Magnus precisa vencer para levar a decisão para a prorrogação.

Guilherme Mansueto

Falcão defende o Magnus nos playoffs da Liga Paulista e Nacional

“Sabemos tudo que o Falcão representa para o futsal mundial e o esporte mundial. O Falcão é um ídolo de todos os esportes. Temos que aproveitar ele o máximo aqui, está motivado e é um cara que faz com amor. Que possa se divertir nesses últimos jogos”, disse Ricardinho, técnico do Magnus.

Nos últimos compromissos da carreira, Falcão tem a possibilidade de aumentar a galeria de títulos, que somam mais de 100 por clubes e pela seleção brasileira. Entre os principais, estão quatro mundiais (dois pela seleção e dois pelo Magnus); 5 Copas América e 11 Grand Prix pela seleção; 9 Nacionais, 7 Libertadores, 7 sul-americanos e 13 estaduais pelos clubes que passou.