Ricardo Artifon

Pato, do pivô Well, lutou até o fim da prorrogação para vencer o Magnus

O Pato (PR) é o primeiro finalista da Taça Brasil de Futsal 2018. A equipe paranaense eliminou o Magnus (SP) na semifinal em um grande jogo realizado no fim da manhã de sábado (11/8), em Erechim, Rio Grande do Sul. Depois de um empate em 2 a 2 no tempo normal, a equipe paranaense venceu por 1 a 0 na prorrogação e garantiu a vaga.

No tempo normal o Pato saiu na frente ainda no primeiro tempo, com gol marcado por Batalha. Depois a rede veio balançar somente no segundo tempo. Logo aos 4 minutos o Magnus buscou o empate com o jovem Alisson.

A igualdade deu um novo ânimo ao time paulista, alcançou a virada aos 16 minutos. Tiago avançou, arriscou o chute e a bola sobrou para Eder Lima colocar nas redes. Porém a festa sorocabana não durou muito. Praticamente no ataque seguinte o Pato voltou a deixar tudo igual, com gol do artilheiro Well.

Ricardo Artifon

Eder Lima em lance de ataque do Magnus na equilibrada partida semifinal

O empate no tempo regulamentar levou a decisão para a prorrogação. Em um primeiro tempo extra de poucas emoções, paranaenses e paulistas não balançaram as redes.

As emoções acabaram reservadas para o último tempo de jogo. O Pato quase conseguiu vantagem em uma saída errada de Pixote. O ala do Magnus tentou isolar a bola para o setor de ataque, mas o chute pegou na marcação e a bola sobrou limpa para Well. O pivô arriscou a finalização pelo alto, mas acertou a trave.

O gol saiu logo depois. A equipe paranaense conseguiu sair da pressão sorocabana com goleiro-linha em quadra e boa troca de passes. A jogada terminou certeira, com Danilo Baron aparecendo no meio da área e desviando para as redes.

O ímpeto ofensivo mudou de lado. Com a desvantagem, foi a vez do Magnus apostar no goleiro-linha. A pressão foi grande, mas quem chegou perto de marcar foi o Pato. Faltando 20 segundos para o fim, Marcel perdeu a bola no meio de quadra e Danilo Baron carimbou a trave. No fim, festa paranaense em Erechim.