Em meio às disputas dos Jogos Pan-Americanos de Lima, o blog Mundo do Futsal relembra a única vez em que o futsal esteve presente no maior evento esportivo das Américas. Tudo começou no dia 27 de julho de 2003, quando a Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa) acatou pedido do Comitê Organizador da Rio 2007 para incluir a modalidade no cronograma daqueles Jogos. Quatro anos depois, Falcão e companhia conquistavam um inédito ouro para o Brasil com uma campanha memorável, coroada com uma vitória por 4 a 1 sobre a Argentina na final.

COB

Falcão com a medalha do Pan

O Brasil fez cinco jogos no Rio e venceu todos. Na primeira fase, vitórias sobre Guatemala (4 a 1), Cuba (8 a 0) e Paraguai (2 a 0). Classificada na primeira colocação do grupo A, a seleção canarinho goleou a Costa Rica por 8 a 1 na semifinal.

Do outro lado, a Argentina chegou à decisão com uma campanha bem menos convincente. Principal seleção do grupo B, o time hermano estreou com uma vitória por 5 a 2 nos Estados Unidos e depois empatou em 1 a 1 com a Costa Rica. A classificação só foi obtida na terceira rodada com um 5 a 0 sobre o Equador.

Na semi, os argentinos tiveram mais uma batalha árdua contra os paraguaios. Após empate em 1 a 1, as equipes decidiram a vaga nas penalidades, com vitória dos hermanos por 4 a 3.

COB

Falcão encara marcação do argentino na final do Pan-Americano

Na decisão, porém, a seleção albiceleste não viu a cor da bola. Logo a um minuto, Falcão abriu o placar num gol antológico com direito a chapéu no goleiro Mandayo. Aos 11, o mesmo Falcão ampliou, definindo o placar do primeiro tempo em 2 a 0.

No segundo tempo, Vinícius deixou o Brasil bem perto do ouro ao fazer 3 a 0 aos cinco minutos. Aos 14, Amas ainda diminuiu, mas Marquinho fechou a conta a um minuto do fim. Festa brasileira no pavilhão 3B do Riocentro, local onde foram disputados todos os jogos de futsal daquele Pan.

Dentre os campeões, boa parte estaria no elenco que conquistaria o mundo em 2008. Casos de Falcão, dos goleiros Tiago e Rogério, do fixo Ciço, dos alas Gabriel e Vinícius, e dos pivôs Betão, Lenísio e Marquinho.

COB

Jogos foram disputados no Riocentro

Outros nomes conhecidos que estavam no grupo eram os do fixo Neto – que se machucou um pouco antes da Copa do Mundo de 2008 -, e do ala/pivô Valdin, que acabou ficando de fora da convocação final. Assim como no Mundial do ano seguinte, o técnico brasileiro na Rio 2007 foi PC Oliveira. Confira mais detalhes da conquista, AQUI.