No duelo catarinense pela primeira rodada da Liga Nacional de Futsal 2019, melhor para o Tubarão, que superou o Jaraguá, fora de casa, por 1 a 0. O gol da equipe atual campeã estadual foi marcado por Jedi. A Arena Jaraguá contou com a presença de grande público na noite desta sexta-feira (06).

Lucas Pavin

Partida foi definida nos minutos finais na Arena Jaraguá

O jogo

Mantendo a base que vinha sendo utilizada nos treinos da semana, o técnico Fernando Ferretti lançou uma formação titular com João Neto, Fernando, João Guilherme, Costelinha e Jé. Mas apesar do rápido entrosamento apresentado nos jogos da pré-temporada, o Jaraguá viu o Tubarão começar melhor a partida, obrigando o goleiro João Neto a fazer três grandes defesas nos primeiros quatro minutos, além de acertar o travessão com Antoniazzi.

O aurinegro só foi reagir, aos 9, em três finalizações seguidas de Éder que levaram perigo, e outra com Nicolas, que parou no goleiro Henrique. Porém, os visitantes voltaram a assustar, em nova bola no travessão, desta vez com Serginho, aos 11, e depois em chute de Evandro, aos 15, que João Neto teve que intervir novamente.

As melhores chances eram do adversário, mas o time jaraguaense quase foi para os vestiários em vantagem, quando no último minuto, Éder achou Daniel na segunda trave, mas o pivô não conseguiu chegar na bola para colocar no fundo das redes.

Já no segundo tempo, o Jaraguá voltou com uma postura um pouco mais agressiva e passou a criar mais oportunidades. João Guilherme quase marcou duas vezes em cinco minutos, mas parou em Henrique. Sem dar tantos espaços para o time do Sul do estado, o aurinegro seguia melhor e mais perto de abrir o placar, mas Daniel, João Guilherme e Oitomeia não aproveitaram boas chances.

Aos 11, a situação dos donos da casa ficou delicada, quando o pivô Jé parou contra-ataque, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um jogador a menos, a equipe jaraguaense foi encurralada pelo rival, mas contou com quatro grandes defesas de João Neto para manter o empate durante os dois minutos com a desvantagem numérica.

Aos 17, surgiu a grande chance do Jaraguá tirar o zero do placar. Após grande jogada individual, Gio deixou Éder cara a cara com Henrique, mas o fixo chutou por cima. E o castigo por não aproveitar veio logo na sequência. Depois de duas tentativas, Jedi pegou rebote na grande área e acertou o canto esquerdo para abrir o placar.

Com pouco tempo no relógio, o aurinegro foi para o tudo ou nada e colocou Fernando como goleiro-linha. A equipe até criou para chegar ao empate, principalmente com Daniel que obrigou Henrique a fazer um milagre, e Poletto que acertou a trave. Mas a pressão não surtiu efeito e o Jaraguá saiu de quadra com a derrota por 1 a 0.