Assessoria Assoeva

Treinos coletivos ainda não foram liberados em Venâncio Aires

Em meio a pandemia do coronavírus, o plantel da Assoeva está na sexta semana de atividades físicas no ginásio Poliesportivo. A equipe mantém a rotina dos trabalhos com restrições e sem contato físico. A expectativa em meio a confirmação de algumas das principais competições a partir de agosto, é pela liberação dos treinos coletivos por parte das autoridades municipais.

“Estamos na sexta semana de atividades físicas e a menos de 30 dias da estreia na Série Ouro que segue confirmada para 22 de agosto. Nossa preocupação é que ainda não podemos treinar coletivamente. Fisicamente a equipe está no ponto e agora os trabalhos já deveriam estar direcionados para a parte tática”, destaca o técnico Guilhermo Verfe.

Ele ressalta a importância dos trabalhos coletivos. “Não adiante o grupo estar bem fisicamente e não ter ritmo de jogo. Para enfrentar competições como a Série Ouro e principalmente a Liga Futsal, precisamos estar muito bem preparados pois pela frente tudo indica que tenhamos uma maratona de jogos. Não podemos esperar pelas competições para adquirir esse ritmo”, enfatiza o comandante.

Mesmo que ainda persista a proibição do contato físico, Verfe comenta que a Assoeva está chegando ao ‘limite’. “São menos de 30 dias até a nossa estreia. A cada dia que passa nos aproximamos do prazo limite dessa espera. O coletivo é essencial para o que trabalho desenvolvido até agora evolua ainda mais. 22 de agosto tem estreia no Estadual e já se projeta o começo da Liga. Realmente estamos muito preocupados com a atual situação num todo e igualmente com a questão da não liberação dos treinos coletivos. Ficamos na expectativa e tomara que tenhamos uma posição favorável nos próximos dias”, completa.

Sem poder trabalhar coletivamente, a Assoeva também fica impossibilitada de marcar qualquer jogo amistoso. “O enfrentamento com outra equipe fica para mais adiante. Preocupação de momento mesmo é por esse ok para os trabalhos coletivos”, reforça o técnico.

Estadual

A Federação Gaúcha de Futsal (FGFS) projeta a abertura da Série Ouro para 22 de agosto com o confronto entre Assoeva e BGF, em Venâncio Aires (jogo antecipado da terceira rodada). Existe a possibilidade da Liga Futsal começar no mesmo fim de semana. Neste caso o jogo inaugural da Série Ouro poderá ficar para o dia 29.

Entidade confirma a estreia das demais equipes na rodada do dia 5 de setembro, ocasião em que a Assoeva tem compromisso contra a SER Canoense, também em Venâncio Aires. Federação mantém a projeção de dez equipes participantes e confirma que não haverá descenso na atual temporada.

Com novo protocolo de saúde, o Atlântico, de Erechim, está autorizado para a série dos trabalhos coletivos. Com isso, os atletas passam a realizar as atividades com o técnico Giba, sempre na quadra do Caldeirão do Galo.