Barça e Sporting CP vão disputar a final da UEFA Futsal Champions League na segunda-feira, após vitórias nas semifinais no sábado, em Zadar.

Será a quarta final em cinco temporadas para o Sporting, vencedor de 2019, após derrotar o Inter FS por 5-2. O detentor do título, Barcelona, juntou-se a eles com uma vitória por 3-2 sobre o Kairat Almaty para manter as esperanças de um quarto título.

UEFA

Ferrão marcou três gols na vitória do Barça

Barça 3 x 2 Kairat Almaty

As duas campanhas anteriores do Barça como campeão haviam sido encerradas pelo Kairat, mas eles se recuperaram graças a um “hat-trick” de Ferrão. O Kairat começou com o único goleiro restante, Narun Serikov, devido à suspensão de Higuita, mas o jovem de 19 anos revelou-se hábil desde o início em manter os campeões distantes do título. No entanto, a pressão no final da primeira etapa, quando Aicardo, fazendo jogou a bola para Ferrão, que se virou e chutou de forma inteligente ao gol de Serikov.

Ferrão voltou a rebater no primeiro minuto da segunda parte com mais um belo jogo de pés para rodar e rematar com força. Pouco depois, Diego Favero disparou à distância e o seu remate escapou à trave e desviou para o Kairat. Ferrão completou sua tríplice quando Dyego fez jogada excelente para deixar Aicardo jogar a bola para o pivô brasileiro finalizar. O gol de Fernandinho deu esperança ao Kairat nos últimos cinco minutos, mas não foi suficiente.

Sporting

O Sporting está me mais uma final de Champions após vencer a Inter

Inter FS 2 x 5 Sporting CP

O Sporting repetiu a vitória nas semifinais de 2019 contra o Inter, campeão cinco vezes da competição. Eles lideraram no segundo minuto, com Diego Cavinato rebatendo após Jesús Herrero controlar mal um cruzamento de Alex Merlim. O Inter esforçou-se muito para empatar no meio do primeiro tempo, com Borja a chutar no canto de José Raya, para finalmente vencer o Guitta. Não importou, pois segundos depois, o goleiro do Sporting disparou e o seu arremate foi desviado para longe de Borja.

No início do segundo tempo, o resultado foi de 3-1, com o chute de longe de Taynan enganado Herrero. Aí surgiu esperança para o Inter, pois Tomás Paço desviou a bola para a própria meta após escanteio de Lucas Trípodi, mas o chute e finalização de Pany Valera, em seguida, nos segundos finais, Erick rolou a bola para uma rede desprotegida. O capitão do Sporting, João Matos, tal como Aicardo, igualou o recorde da competição com 14 participações em finais; tal como o homem do Barça, o internacional português deverá aumentar ainda mais nesta segunda-feira.