A temporada na Eslovênia acabou com o título do Dobovec, principal equipe do país nas últimas temporadas. No entanto, o Litija fez frente e por pouco não ficou com o título. Principal brasileiro no país, o pivô Jonhn Lennon terminou como artilheiro da competição, com 33 gols. O destaque do Litija, ficou de fora do quarto jogo da decisão por acúmulo de amarelo e viu seu time perder a chance do título.

Jonhn falou sobre a temporada e a conquista individual.

“Tivemos uma baixa no jogo dois com um jogador contundido e ficamos com um elenco reduzido. E a equipe deles estava completa e são muito fortes. Estiveram entre os oito melhores da Liga dos Campeões de Futsal nesta temporada. Apesar do vice-campeonato, foi uma temporada muito produtiva. Pude ajudar com muitos  gols, uma pena ter ficado fora do jogo quatro, onde poderíamos empatar a série, mas infelizmente estava suspenso por cartões amarelos e vi das arquibancadas nossa derrota, sem poder ajudar. Foram dois gols na copa e mais um na Supercopa. Uma temporada com números perfeitos, mas uma pena não termos levado o título”, disse.

Jonhn, no Brasil, defendeu as seguintes equipes, São Caetano, Barueri, Osasco, São Paulo e AABB. O jogador esteve emprestado pelo Kairat.

Guilherme Pannain

Brasileiro balançou as redes 33x na temporada