Sul-americano para o Patrimônio Mundial de Córdoba. O ala brasileiro Caio César (Belo Horizonte, 31 de julho de 1989) se tornou a primeira contratação de inverno da entidade branca e verde. Internacional brasileiro absoluto com uma longa história, vem do Pato Futsal, time da mais alta categoria do Brasil, ao qual ingressou após alguns meses no chinês Hebei Fumei.

Formado nas categorias inferiores de Minas Gerais – esteve 14 anos no Exército e conquistando 11 títulos – terá sua primeira experiência no futsal espanhol, embora já saiba como é o velho continente desde que disputou quatro temporadas (2015-2019) pela Gazprom Ugra. Com os russos alcançou, entre outras vitórias, uma Superliga, três títulos da Copa e uma Taça UEFA de Futsal, derrotando especificamente o Inter Movistar em Guadalajara (2016). Da mesma forma, e antes de dar o salto para a Europa, defendeu o elástico de outras seleções brasileiras da mais alta categoria, como Copagril e Jaraguá.

O novo jogador verde e branco –que deve chegar à capital de Córdoba no início do ano– estava “muito entusiasmado com a chegada a Córdoba, uma cidade que não conheço, mas da qual me contaram maravilhas. Contam-me sobre uma cidade muito familiar e acolhedora da qual com certeza desfrutarei. Já tive duas experiências fora da minha terra natal e acho que a minha adaptação à Espanha será rápida. É um país semelhante ao Brasil em muitos aspectos ”.

Desportivamente, Caio César define-se como um “jogador universal, muito versátil tanto na defesa como no ataque e com uma certa qualidade nas zonas-chave do campo. Eu me considero um atleta inteligente em quadra, aspecto que pode ser adaptado para uma liga de qualidade como a espanhola, entre as três melhores do mundo ”.

Josan González, por sua vez, espera que a chegada do extremo canhoto brasileiro “traga aquela sobriedade e experiência de que necessitamos em momentos-chave da queda. É um jogador que, além da qualidade e antiguidade, vai ajudar-nos a manter esses tempos ao longo dos 40 minutos de jogo ”.

LNFS

Brasileiro teve passagem pelo Jaraguá e Pato