Por onde passam, as meninas são campeãs, atuais campeãs da Copa América, Sul – Americano, Grand Prix, derrotando grandes seleções. Hoje a seleção tem a honra de ter grandes atletas atuando pelo nosso futsal. Abaixo informações sobre as atletas e comissão técnica que atuam ou atuaram pela nossa Seleção:

Naiara Gresta

Seleção Brasileira de Futsal comemora o hexacampeonato da Copa da América de Futsal Feminino

– Amandinha: Hexacampeã mundial com a seleção brasileira, este ano foi eleita pela 6 vez a melhor jogadora do mundo, será que ano vem ela ganha de novo? Amandinha dispensa comentários, ela é excelente no que faz, já teve oportunidade/proposta para sair do Brasil, atuar na Europa, mas ela decidiu não ir, pelo legado que ela tem deixado em nosso País;

– Lucileia: Presente nas 6 conquistas de mundiais pela Seleção Brasileira, nossa hexacampeã já foi eleita melhor jogadora do mundo e obvio, pela moral que tem na Itália, teve o privilégio de conhecer pessoalmente o Papa.

– Diana: O interesse pelo esporte iniciou quando era criança, jogando bola na rua ao lado do irmão mais velho, e atualmente atua pelo Leoas da serra – SC e tem participação na Seleção Brasileira, com diversos títulos no currículo, entre Mundial Feminino, Grand Prix, Libertadores e campeonatos Nacionais;

– Regiane: já atuou no São Jose – SP e hoje está defendendo as cores do Leoas da Serra – SC, esteve nas duas últimas convocações da Seleção Brasileira, Grand Prix e Copa América no Paraguai, Regiane foi a goleira menos vazada nas duas competições além de levar o troféu de campeã para casa;

– Luana: Nascida em Nonoai – RS, com descendência de índios da região, nossa brasileira “raiz” mostra uma força e garra únicas. Será que o sangue indígena? Luana tem ótimas apresentações, tanto na seleção, como em seu Clube, o Magnus Taboão, mesmo perdendo o título da Taça Brasil de 2019, Luana foi umas das principais do time, fazendo Gols importantes, fora as partidas da Copa do Brasil na qual seu Clube foi Campeão. Luana que hoje está entre as 10 melhores jogadoras do mundo.

– Nega: Esteve presente no Mundial de 2015 fazendo um golaço de cobertura na final contra a Rússia. Pivô raiz, sim, nós temos! lembrou do Choco? A gente também! Ela sempre usa a frase “My friend”. Hoje a Nega defende as cores do Leoas da Serra – SC.

– Gabi: Mais uma gaúcha para a conta. Jogou em Celemaster Uruguaianense – RS e agora defende as cores do Magnus Taboão – SP.

– Simone: Força do nordeste: destacou-se na Unifor, canhota potente que adora marcar aquele golaço no ângulo. Passou pelo PR, SP e hoje defende as cores das Leoas da Serra – SC.

– Ana: Campeã Sul – Americana Sub-20 em 2018, a mais jovem convocada da Seleção Principal, segue Sub-20 esse ano, será que estará no Sul – Americano desse ano?

– Cilene: Esta craque já foi eleita Melhor do mundo, é sempre destaque do Campeonato Espanhol e mostrou na Copa América que idade não é desculpa para perder o condicionamento físico.

– Cami: Craque do Campeonato Espanhol, Cami acumula também conquistas como Campeã Mundial Universitária e Campeã da Copa América de 2017.

– Bianca: Goleira que esteve na conquista do último mundial em 2015, além de parte da famosa conquista do título da LNF da Unopar/Londrina quando defendeu um penalty em uma final, com 17 anos.

– Tampa: Campeã Mundial em 2015, a menina que dá aulas da famosa manobra desenvolvida pelo craque Schumacher, segue fazendo gols dessa forma e de tantas outras na Seleção, com o feito foi artilheira da Copa América 2019.

– Luísa: A prova maior de que uma lesão não deve te fazer desistir de seus sonhos! Luísa esteve na conquista do mundial de 2015 e volta à seleção em 2019 após 4 cirurgias no joelho, hoje atua pelo multicampeã Female – SC.

Vamos também falar um pouco sobre a comissão técnica que faz parte de nossa Seleção e que também fazem um belíssimo trabalho, levando as nossas meninas a cada jogo, jogar melhor e conquistar diversos títulos:

 

– Tatiana Weysfield: Ex-atleta de Futsal feminino, goleira na primeira Seleção Brasileira de Futsal Feminino, Ex – quadro de Arbitragem nacional da CBFS. Trabalha como gestora em Futsal Feminino desde 2003 onde fundou a ADEF-DF em 2006. Coordenadora de Projetos de Futsal Feminino na CBFS desde 2014.

– Wilson Saboia: Doutorado em Educação, Saboia Comanda o Futsal Feminino da Unifor desde 2005, a frente da Seleção Brasileira principal desde 2015, foi 6º melhor técnico do Mundo pela Futsal Planet. Juntamente com Marcio Coelho, desenhou e aperfeiçoou o modelo de jogo proposto para a Seleção Brasileira de Futsal que é aplicado desde 2015.

– Marcio Coelho: Auxiliar Técnico da Seleção Principal desde 2015 e Técnico da Seleção Sub-20, foi 6º melhor técnico do Mundo pela Futsal Planet, juntamente com Wilson Saboia desenhou e aperfeiçoou o modelo de jogo proposto para a Seleção Brasileira de Futsal que é aplicado desde 2015.

“Saboia e Coelho tem a difícil missão de convocar as atletas da Seleção, para isso eles acompanham vídeos de jogos de campeonatos dentro e fora do Brasil. Eles geram relatórios semestrais com as principais atletas em evidência no país e suas evoluções.

Naiara Gresta: Especialista em Gestão Pública e Mestre em Gestão Esportiva. Sócio fundadora da ADEF-DF; Captadora de recursos para Seleção Brasileira desde 2014, incluindo os Brasileiro de Futsal Feminino, Clínicas de Futsal, Torneio Internacional e Amistosos Internacionais.”

– Rosilene Marques (Paca): ex-atleta de Futsal, com passagens por equipes do PR e SC, ela se desenvolveu como preparadora física na equipe da Female -SC, teve passagem por equipes na Itália como Ternana (também como preparadora) e agora volta ao Brasil na equipe da Female – SC.

– Alexandre Politzer: Preparador de goleiras, tem ampla experiência com a preparação de goleiras na equipe de Magnus Taboão – SP, em diversas categorias. Além da preparação durante as convocações, Ale mapeia as goleiras em atuação no futsal feminino do país, gerando relatórios para subsidiar as escolhas de Coelho e Saboia.

– Sinara Bussato e Renato Moterani: Os dois fisioterapeutas da Seleção Brasileira de Futsal Feminino trabalham no dia a dia com atletas de futsal. Sinara chegou a ser atleta e jogou na equipe Female-SC. Renato faz parte do grupo de fisioterapeutas da LNF. Os dois físios mantem um grupo com fisioterapeutas de futsal feminino de todo o país na intenção de difundir conhecimento e conhecer mais a fundo a realidade dessa função no país. Eles também acompanham as lesões de atletas que passaram na Seleção e dando suporte até o total restabelecimento da atleta.

– Dr. Rodrigo e Dr. Volnei: Vida de médico não é fácil e é por isso que é preciso desses dois feras para acompanhar os trabalhos da Seleção. Além de verificar os relatórios e exames de saúde das atletas antes de elas se apresentarem na convocação, são os médicos que devem verificar e conversar com as atletas para verificar todas as medicações de uso pontual ou contínuo que podem ser de consumo proibido para atletas de acordo com a Listagem Mundial de Substâncias Proibidas.