Só no mata-mata da LNF, Corinthians e Joinville eliminaram juntos equipes que somam sete títulos na liga. Foi com essa pompa de candidatos ao título que os times entraram na quadra do Ginásio Wlamir Marques, nesse domingo, para o jogo de ida de uma das semifinais dos playoffs da competição. E numa partida marcada pela superação do Corinthians, o time paulista venceu o catarinense por 4 a 2 e só precisa de um empate no jogo de volta para avançar à grande decisão.

O Joinville começou mais focado, se defendendo de investidas do time paulista, e largou na frente aproveitando descuidos do Corinthians. O time da casa se recompôs, acertou sua defesa e foi buscar o empate ainda no primeiro tempo. No segundo tempo, o Corinthians foi mais eficiente e consolidou uma virada sensacional depois de sair perdendo o jogo por 2 a 0.

Com a segunda melhor campanha no geral, o Joinville decide em casa a classificação para a grande decisão. O segundo encontro entre as duas equipes será na quinta-feira, 18h45, também ao vivo na tela do SporTV. Quem avançar, pega o Magnus na grande decisão. O time paulista eliminou o Tubarão na manhã desse domingo e fará sua segunda final seguida da LNF.

Yuri Gomes

Deives marcou dois gols na partida contra o Joinville

O jogo

1º Tempo – Corinthians começa mal, mas se recupera

O Corinthians teve a primeira grande oportunidade na partida, com Nenê recebendo livre pelo meio e chutando para a defesa do goleiro William. Batalha voltou a incomodar o JEC, num chute cruzado. O time paulista foi dominante nos primeiros minutos, e quase comemorou seu primeiro gol depois que Deives chutou à queima roupa, para defesa de William. A bola ainda bateu no travessão.

Apesar de mais se defender do que atacar, o Joinville conseguiu abrir o placar com Genaro. Num rebote que pintou após uma jogada ensaiada, o pivô colocou pra dentro e fez 1 a 0. O Corinthians voltava a pressionar, e num contra-ataque, sofreu um duro golpe: tomou o segundo gol, com Igor Carioca chutando no canto do goleiro careca, 2 a 0.

A torcida do Corinthians respirou aliviada depois que Deives fez um golaço, com um toque de categoria por cima do goleiro William, diminuindo o placar para 2 a 1. O Corinthians empatou numa bobeada do Joinville, que teve uma péssima saída de bola, perdeu a posse e viu Murilo empurrar para as redes depois de uma troca de passes, 2 a 2. Henrique quase fez o gol da virada do Corinthians, mas William fez outra boa defesa na tarde.

 

2º Tempo – Corinthians consegue a virada em etapa morna

Partida morna no início do segundo tempo. A primeira grande chance da etapa foi de Igor Carioca, que bateu pro gol e obrigou Careca a fazer uma defesa difícil. O JEC assustaria outra vez quando Machado tentou tocar por cima do goleiro após um bate rebate. Eder Lima respondeu restando 11 minutos para fim, com um chutaço que quase surpreendeu o goleiro William.

Os times criavam oportunidades, mas faltava pontaria. Num pedido de tempo, o técnico do Corinthians pedia atenção redobrada à marcação e frisava a importância da boa comunicação em quadra. A menos de 7 minutos do fim, Leco quase fez o terceiro do Joinville, numa bomba que tirou tinta da trave de Careca. A resposta do Corinthians veio rápido, no lance seguinte, com Jackson Samurai.

Os times pecavam pela falta de intensidade, até que a 4 minutos do fim, Deives fez o gol da virada do Corinthians depois de receber na pequena área, 3 a 2. O Joinville passou a atuar com um goleiro linha. Pressionou o adversário em seu campo de ataque nos minutos finais. Henrique, num chutão para frente depois de um abafa do Joinville, pegou o gol do time catarinense vazio e correu para comemorar. Vitória do Timão por 4 a 2.