O goleiro Fabio Fiuza, natural de Porto Alegre, foi uma peça muito importante para o Marreco Futsal em sua primeira participação na Liga Nacional de Futsal (LNF), em 2016. O jogador fez grandes defesas e caiu nas graças da torcida. Mas no meio da temporada, mudou-se para o Japão e, desde então, defende as cores do Shonan Bellmare, um time com o sétimo maior investimento na Liga Japonesa. Em fevereiro deste ano, quando o time estava prestes a disputar a Copa do Japão, a competição foi cancelada por causa do coronavírus.

Agora a equipe está em férias, mas Fiuza preferiu não vir para o Brasil como faz todos os anos por conta do Covid-19. Embora as aulas e os jogos estejam todos suspensos, o Japão não parou de trabalhar, conta Fiuza: “Aqui no Japão, em nenhum momento pediram para a gente fazer quarentena, mas as escolas e esporte em geral foi tudo cancelado. As pessoas continuam trabalhando. O que eles pedem pra nós é ir pra rua somente em extrema necessidade.”

O goleiro disse ainda que está treinando em casa: “Aqui chegou também o coronavírus, nossos treinamentos foram cancelados no começo de fevereiro, estávamos nos preparando para jogar a Copa do Japão, que seria em março, mas foi cancelada. O momento agora é de férias, eu poderia estar no Brasil, mas um pouco antes do embarque eu resolvi cancelar a passagem, justamente por causa desse vírus. Eu sigo treinando em casa, estou ansioso para competir novamente.” A apresentação de sua equipe para a próxima temporada é no dia 19 de abril. “Torço que estejamos todos bem até lá, não só aqui, mas em todo o mundo”, comenta o goleiro.

Marreco Divulgação

Fabio Fiuza foi um dos destaques do Marreco na primeira disputa da Liga Nacional de Futsal, em 2016.