O goleiro João Neto, titular da equipe catarinense de futsal do Jaraguá, conversou com o GloboEsporte.com sobre o momento vivido no esporte brasileiro em meio à pandemia do novo coronavírus. Paraibano de João Pessoa, o jogador segue em Santa Catarina, onde, depois de um período de treinos apenas em casa, já vem retomando gradualmente as atividades no clube, mas ainda com algumas restrições. Ele explicou como tem se dado esse retorno e também abordou as incertezas quanto à realização da principal competição de futsal do país, a Liga Nacional.

Foto Lucas Pavin

Goleiro paraibano falou sobre a expectativa para retorno das competições

 

Desde que o futsal nacional parou suas atividades – atendendo a recomendações dos órgãos de saúde, para se evitar aglomerações -, os jogadores do Jaraguá foram orientados pelo clube a seguirem em casa os treinos determinados pela comissão técnica. João Neto era um dos atletas que vinha seguindo essa rotina diferenciada, mantendo o isolamento social, mas investindo na manutenção da forma física. Mais recentemente, na semana passada, o elenco voltou a treinar na sede do clube, mas com algumas cautelas, como explica o goleiro:

– Nós temos treinado alguns dias da semana, apenas dois atletas por vez, no nosso local de trabalho, que é a Arena Jaraguá. Particularmente eu tenho sentido uma falta enorme de trabalhar. A gente tem até mantido um certo contato com a bola, isso ameniza um pouco, e a gente torce para que essa situação seja resolvida o mais rápido possível para que a gente possa voltar a jogar, voltar a dar alegria a muita gente que acompanha o esporte – disse o atleta paraibano.

Foto Guilherme Mansuetto

Começo da temporada da Liga Nacional de Futsal está indefinido

 

A Federação Catarinense de Futsal, à qual o Jaraguá é filiado, segue com as atividades suspensas pelo menos até o fim deste mês. A pedido dos clubes, a previsão é de que as competições estaduais só retornem quando houver possibilidade de se realizar jogos com a presença do torcedor nas arquibancadas. Há a possibilidade, no entanto, de que o formato da competição local sofra alterações em decorrência da perda de datas no calendário.