Divulgação

Supercopa de Futsal Feminino está com nova identidade.

Mas por que os dois clubes teriam que se enfrentar por uma vaga na Libertadores? As Leoas da Serra venceram a Edição 2020, e em um cenário normal, o clube estaria classificado a Libertadores de 2020.

Com a Pandemia do Covid-19, que atingiu o mundo todo, a Conmebol cancelou a Libertadores em 2020, sendo assim a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) enviou uma solicitação a Conmebol, para o Brasil fosse contemplado com mais uma vaga na Libertadores, assim o campeão de 2020 e 2021 teriam suas vagas garantidas. Porém a solicitação não foi aceita devido ao possível aumento de vagas para contemplar as demais Federações Internacionais, então a CBFS decidiu realizar o confronto entre os campeões de 2020 e 2021 para decidirem em um jogo único o representante brasileiro na Libertadores 2021.

O confronto da Supercopa Feminina acontece tradicionalmente entre a equipe Campeã da Copa do Brasil, que em sua edição 2020 foi vencida pelo Taboao Magnus, e a equipe vencedora da Taça Brasil Sicredi de Futsal Feminino, porém devido ao o Decreto nº 41.849 do Distrito Federal (local onde aconteceria a competição), de 27 de fevereiro de 2021, que suspendeu inicialmente até o dia 15 de março de 2021 todas as atividades e estabelecimentos comerciais, inclusive eventos de qualquer natureza, não foi possível a realização do evento.

Sendo assim a CBFS resolve que a indicação para a Libertadores de Futsal Feminina, em cumprimento ao Regulamento dos Certames Nacionais, será definida em jogo único, no dia 15/05/2021, entre o clube campeão da Supercopa Feminina 2020 (Associação Leoas da Serra – SC) e da Copa do Brasil Feminina 2020 (Instituto Lince – SP).

Acompanhe ao vivo o sorteio do mando de quadra, que será realizado no dia 30/03/2021 (terça-feira) às 17h (horário de Brasília), no estúdio da CBFSTV em São Paulo.