O Magnus venceu o Tubarão por 2 a 1 (confira os gols no vídeo acima), na manhã deste domingo, em partida disputada no ginásio João Carlos de Camargo, em Votorantim, garantindo a vaga na final da Liga Nacional de Futsal (LNF). No duelo de ida da semifinal, o time paulista havia vencido por 6 a 0. Confira os gols AQUI.

O Magnus abriu o placar com Leozinho, logo aos 30 segundos de jogo. O empate do Tubarão saiu ainda no primeiro tempo, com Ferrugem. Restando dois minutos para o fim da partida, Rodrigo roubou a bola na quadra de defesa e tocou para o gol vazio, garantindo a vitória e a vaga na final.

A campanha do Magnus na LNF impressiona. Em 18 jogos, são 16 vitórias e dois empates. Será a quarta final de Liga Nacional do Magnus, que foi campeão em 2014 e vice em 2016 e 2019.

O Magnus aguarda o vencedor do confronto entre Corinthians e Joinville para conhecer o adversário da final. A primeira partida foi neste domingo, 4 a 2 para os paulistas, e o jogo que decide o outro finalista será na quinta-feira. As datas das finais ainda serão divulgadas.

Antes da final da LNF, o Magnus decide o título paulista contra o São José. A primeira partida será nesta quarta-feira, às 20h, no ginásio Tênis Clube, em São José dos Campos.

Guilherme Mansueto

Rodrigo fez o gol da vitória do Magnus

Como foi o jogo?

A goleada por 6 a 0 no jogo de ida, fora de casa, deu a falsa impressão de que o Magnus apenas administraria o resultado na partida deste domingo, em Votorantim. Com menos de 30 segundos de jogos, Leozinho fez bela jogada individual e bateu de esquerda, no ângulo do goleiro Henrique, abrindo o placar para os donos da casa.

O gol deixou o Magnus em situação ainda mais confortável na partida, pressionando e correndo poucos riscos. Na reta final do primeiro tempo, o Tubarão passou a atacar mais e pressionar. A estratégia surtiu efeito e o time catarinense conseguiu empatar restando apenas quarenta segundos para o intervalo. Pixote roubou a bola, disparou para o ataque e rolou para Ferrugem, que bateu cruzado, no canto do goleiro Djony.

Precisando do resultado para forçar a prorrogação, o Tubarão adotou distintas estratégias no segundo tempo. Nos primeiros minutos, esperou o Magnus e se arriscou apenas nos contra-ataques. Na reta final, passou a usar o goleiro-linha e tentar o gol que levaria a partida para o tempo extra.

Na busca pelo gol, o Tubarão acabou pagando pelo risco de jogar com o goleiro-linha. Artilheiro da Liga Nacional, o fixo Rodrigo roubou a bola e, da quadra de defesa, tocou para marcar o gol do Magnus, garantindo a vitória e a classificação à decisão.

Escalações

Magnus: Djony; Rodrigo, Leandro Lino, Leozinho e Charuto. Reservas: Lucas Oliveira, Lucas Gomes, Danilo Baron, Kevin, Pedrinho, Marinho, Alisson, Ricardinho e Israel. Técnico: Ricardinho.

Tubarão: Henrique; Ferrugem, Suelton, Vandinho e Ronaldo. Reservas: Marcinho, Gustavo, Julio, Passamani, Lucas Rozenski, Pixote, Pastega, Maico e Pakito. Técnico: Thiago Raupp.