O ano começou para o Marreco Futsal ontem, quando foi apresentado o elenco para a temporada 2020, no Ginásio Arrudão, em Francisco Beltrão. Dos 15 atletas que integram o grupo, oito são novidade — apenas os goleiros Di Fanti, Carlos e BigDia, o fixo Max, os alas Canabarro e Fabinho e o pivô Paulo Felipe renovaram o contrato. Na oportunidade, o clube também divulgou a campanha de venda do sócio-torcedor.

Aline Leonardo

Serginho é o comandante do Marreco nessa temporada

Após a apresentação para a diretoria e comissão técnica, os jogadores seguiram a rotina de exames médicos. Hoje, porém, já devem iniciar os trabalhos físicos, com o preparador Ronaldo Germano, e técnicos, com o treinador Serginho Schiochet. “Um trabalho com bastante intensidade, mesmo porque iniciamos com um pouco de atraso essa pré-temporada. A gente entende a responsabilidade de cada um, principalmente fora das quadras, pra que o resultado seja positivo dentro das quatro linhas”, comentou o gerente de futsal, Ricardo Ronqui.

Serginho, que chegou ao Marreco no final do ano passado, teve a chance de montar a equipe conforme sua metodologia de trabalho. “Dentro de uma nova filosofia do projeto do Marreco em 2020, trouxemos jogadores com características que eu gosto e eles apostando na oportunidade de jogar numa equipe como o Marreco e disputar competições como o Campeonato Paranaense, que, pra mim, é o mais difícil do Brasil, e jogar uma Liga Nacional, com a rivalidade que existe. Então vamos estar nos conhecendo e esperamos que esse casamento seja oficializado o mais rápido possível”, disse o técnico.

O pivô Paulo Felipe é um dos remanescentes e terá o papel de ajudar na adaptação dos novos companheiros de time: “Fizeram uma mudança bem grande no elenco, trouxeram jogadores mais novos e a gente vê nisso um lado positivo também, que vamos ter, teoricamente, um time mais leve. Temos um tempo pra trabalhar, ver as melhores opções que a gente tem, nos espelhar nos atletas mais experientes e fazer um bom ano”.

Os recém-chegados Ceará e Lolatto mostraram saber da responsabilidade em vestir a camisa do Marreco. “A expectativa é 100% boa, pela renovação do elenco, as peças que chegaram, conheço todas elas, de jogar contra, são pessoas que gostam de trabalhar duro, então tem tudo pra dar certo”, analisou Ceará. “A expectativa é a melhor possível, numa cidade onde o pessoal abraça muito o futsal e o grupo é muito qualificado, atletas que sabem o que querem e querem evoluir. Esperamos conquistar os objetivos do clube, são três competições muito qualificadas, precisamos evoluir muito pra chegar nos três campeonatos”, completou Lolatto.

 

Programação da temporada

A primeira competição que o Marreco disputará em 2020 é a Copa Chopinzinho, de 4 a 8 de março; a partir daí, o calendário já ficará cheio, com o início da Série Ouro e da Liga Nacional de Futsal programado para abril. Para afiar o time até lá, estão previstos alguns amistosos.

“Teremos um amistoso contra a forte equipe do Cascavel, reformulada pra 2020; será em Boa Vista da Aparecida, antes de iniciar a Copa Chopinzinho”, informou Ricardo Ronqui.

Segundo o gerente de futsal, outros jogos preparatórios serão avaliados em conjunto com a comissão técnica e jogadores. “O nosso elenco não é grande e, pensando principalmente na fisiologia dos atletas, pra que ninguém se machuque já no início da competição, temos que ter um cuidado específico”, ressaltou.

Na metade do ano, haverá uma paralização para a Copa do Mundo de Futsal e, no segundo semestre, a sequência da Liga Nacional e a realização da segunda edição da Liga Futsal Paraná, da qual o Marreco foi campeão em 2019.

 

Jogadores do Marreco em 2020

Goleiros: Di Fanti, Carlos e BigDia (renovações)

Fixos: Max (renovação) e Cleitão (Cleiton Antunes, ex-Atlântico)

Alas-canhotos: Canabarro (renovação), Linhares (Felipe Linhares, ex-Prudentópolis), Canhoto (Cleverson Stein, ex-Campo Mourão) e Lolatto (Rodrigo Lolatto, ex-Joaçaba)

Alas-destros: Fabinho (renovação), Ceará (Matheus Vasconcelos Silva, ex-Blumenau) e Beto (Roberto Alves, ex-ACBF)

Pivôs: Paulo Felipe (renovação), Gui Reis (Guilherme Reis Brito, ex-Intelli) e Cappa (Douglas Rotel Cappa, ex-Atlântico)

 

Sócio-torcedor terá camisa exclusiva

O Marreco Futsal lançou oficialmente ontem a campanha do sócio-torcedor 2020. O pacote custa R$ 600 e garante entrada gratuita em todos os jogos do time em casa, em qualquer praça esportiva, além de uma camisa oficial exclusiva. O valor pode ser parcelado em até seis vezes no cartão. “São apenas 200 sócios-torcedores e terão direito exclusivo de utilizar a terceira camisa do Marreco na temporada. Essa camisa não será comercializada na loja, apenas o sócio-torcedor terá possibilidade de adquirir”, disse Ricardo Ronqui, gerente de futsal. O sócio terá direito a entrada nos jogos da Série Ouro, Liga Nacional de Futsal e Liga Futsal Paraná. Os pacotes podem ser comprados na secretaria do clube, no Ginásio Arrudão, ou com Marcelo Riffel, pelo telefone 98811-9120.