Lucas Pavin

Jaraguá soma sete jogos sem vitória

Se muitas equipes já têm seus futuros traçados na Liga Nacional, o Jaraguá pode dizer que joga a vida nesta terça-feira (20), contra a Assoeva, às 19h, na Arena.

A quatro jogos de terminar sua trajetória na primeira fase, o aurinegro é sexto lugar do Grupo C, com seis pontos, quatro a menos que o Campo Mourão – primeiro time dentro do G-5 –, e a sete da própria Assoeva, que é quarta colocada.

Ou seja, o duelo de logo mais, que terá transmissão da LNF TV, é chave para as pretensões do time de Lucas Chioro em chegar ao mata-mata da competição.

“Desde contra o Joaçaba, estamos tratando cada jogo como final. As vitórias não estão vindo, mas contra a Assoeva tem que vir, porque se não vencermos estamos fora. Treinamos bem, todos estão focados e sabendo o que tem que fazer. Esperamos que essa sorte mude, porque essa vitória tem que vir”, afirmou o fixo/ala e capitão Cabreúva.

A equipe jaraguaense vem de um incômodo jejum de sete jogos consecutivos sem vitória, mas esse não é o único obstáculo a ser superado contra os gaúchos. Para o embate desta noite, o técnico Lucas Chioro terá, nada mais nada menos, que cinco desfalques.

Além de Duio e Ygor Mota, que seguem fora, o treinador ‘ganhou’ as baixas de Fernando e Felipinho, lesionados, e Pirulito, suspenso. Apesar dos problemas, Cabreúva garante dedicação total do elenco para espantar a má fase e iniciar um novo caminho na LNF.

“Todo mundo está abatido por essas vitórias não estarem vindo, mas todos estão focados. Aqui não tem nenhuma criança e estamos trabalhando muito sério, querendo sair dessa situação. Nada melhor que contra a Assoeva. É nossa última chance e precisamos vencer”, finalizou.