Um dos principais compromissos traçados desde o início de sua gestão em fevereiro deste ano, a diretoria do Jaraguá Futsal voltou a apresentar a movimentação do caixa do clube. Após divulgar o balanço do primeiro semestre no mês de setembro, a alta cúpula aurinegra prestou contas destes pouco mais de 11 meses da temporada, em coletiva de imprensa realizada na tarde de terça-feira (7), na Arena.

Durante este período, o valor total de receitas foi de R$ 864.491,58, enquanto as despesas foram de R$ 860.283,16, resultando em um saldo positivo de R$ 4.208,42. Entre as entradas nos cofres estão os valores de patrocínios e placas (R$ 396.450,84), saldos e aplicações (R$ 88,52), adiantamentos da diretoria (R$ 226.572,93), doações (R$ 1.000), bilheteria e comissões (R$ 183.161), sócio torcedor (R$ 37.827,79) e outros serviços (R$ 19.390,50).

Já as despesas tem como itens principais os pagamentos de atrasados da gestão de 2016, como salários (R$ 122.735) e moradia – aluguel, mudanças, etc (R$ 6.066,06), além de outras dívidas de gestões anteriores (R$ 92.691,49), quitando mais de R$ 220 mil de dividendos. Ainda somam-se as despesas da atual temporada como pagamento de empréstimos e adiantamentos (R$ 43.178,48), escritório, quadra e jogos (R$ 61.171,63), LNF, Catarinense e CBFS (R$ 21.685,81), salários (R$ 427.072,50), logística – jogos fora de casa (R$ 32.821,88), e banco (R$ 5.139,64).

Segundo membros da diretoria, o clube vem honrando com seus compromissos conforme estipulado no início da temporada e a expectativa é que feche 2017 com mais de R$ 250 mil de dívidas pagas. “O balanço é positivo desde o começo do ano. Nossas contas e os jogadores estão recebendo em dia. Enfrentamos dificuldades em alguns momentos, mas a diretoria está muito unida e buscando o melhor para o clube. A expectativa é muito boa para o Jaraguá no ano que vem”, disse o diretor financeiro, Alyson Michel Fachini Moreira. “Todo mês é uma luta. Poderíamos ter feito um bom investimento no elenco, mas o nosso compromisso sempre foi pagar as dividas. A nossa diretoria é muito competente e vem mostrando isso. Então vamos entrar em 2018 ainda mais organizados e estruturados”, ressaltou o presidente Marcio Haffemann.

Eduardo Montecino

Dirigentes mostram contentamento com a reestruturação do clube na temporada 2017

Eliminação no JASC e foco no Estadual

Se fora de quadra, Jaraguá caminha bem e vem se reestruturando financeiramente, dentro das quatro linhas, a equipe comandada pelo técnico Fio não vive seu melhor momento na temporada. Depois da boa campanha na primeira fase da Liga Nacional, terminando na 5ª colocação geral, o aurinegro caiu de rendimento após a eliminação nas oitavas de final para o Marreco. De lá para cá, o time jaraguaense somou três empates seguidos nas últimas rodadas da fase classificatória do Estadual e foi eliminado precocemente dos Jogos Abertos de Santa Catarina.

A queda no evento poliesportivo estadual veio na tarde de segunda-feira (6), com a derrota sofrida pelo placar de 5 a 1 para o rival Joinville. Apesar do sonho em conquistar o heptacampeonato ser adiado, o supervisor Bruno Vanço aprovou o desempenho da equipe, principalmente na primeira fase, na qual o Jaraguá caiu no ‘grupo da morte’ contra Blumenau, Joaçaba e São Lourenço. “Conseguimos fazer três bons jogos na chave em quadras pequenas, que não estamos habituados. Isso talvez nos fez acreditar que chegaríamos mais longe. Quando se passa por um grupo difícil naturalmente fica um relaxamento e talvez caímos nesse vacilo. Claro que fica lamentação por mais uma eliminação no ano, mas ainda temos mais uma chance de título”, avaliou.

A última chance de levantar um troféu na temporada, como citado por Vanço, é o Campeonato Catarinense, no qual o clube busca o 10º titulo de sua história. A competição se encontra nas quartas de final, onde o Jaraguá enfrenta o Mafra, sendo que o jogo de ida acontece na próxima terça-feira (14), fora de casa. “Mesmo ganhando o Estadual, muitos esquecem o ano que tivemos. E não deve ser esquecido. Foi uma temporada de luta em todos os sentidos. Por ser uma equipe grande somos cobrados por títulos e os jogadores sabem disso. Então vamos tentar acabar o ano de forma honrosa com o título Estadual”, finalizou Bruno Vanço.