O Minas conquistou uma importante vitória na tarde desse sábado, pela Liga Nacional de Futsal (LNF) 2019. Do outro lado estava o Copagril/Sempre Vida/Sicredi, do ex-técnico minastenista Paulinho Cardoso. Em tarde inspirada, a equipe minastenista deu um show em quadra e fez chover gols na Arena Minas Tênis Clube.

O placar de 5 a 1 comprova a superioridade do Minas, que poderia ter feito mais gols, se não fosse o bom goleiro do time adversário. Na meta minastenista também estava muito segura. O goleiro Anderson fechou o gol e levantou o torcedor minastenista, após defesas impressionantes no jogo. Não por acaso, o jovem arqueiro mineiro foi um dos destaques do jogo, válido pela quarta rodada da competição nacional. Lion (2), Ferro, Renatinho e Vilela (contra), marcaram os gols do Minas, enquanto o ex-minastenista Xande descontou para os paranaenses. Com duas vitórias e duas derrota na LNF, o Minas chega, agora, a seis pontos.

Orlando Bento

Anderson, goleiro do Minas, foi um dos destaques da partida

O que vem por aí

Na próxima rodada, o Minas vai a Jaraguá do Sul, no interior de Santa Catarina, enfrentar o Jaraguá Futsal. A partida, válida pela quinta rodada da fase classificatória da LNF, será no dia 17 de maior, às 20h15.

O paredão

“Foi um resultado importante e prevaleceu o mando de quadra, contra uma equipe muito qualificada. O treinador adversário conhecia bem o nosso time, mas mostramos a nossa eficiência dentro de casa e tem que ser assim ao longo da temporada. Agora, é trabalhar forte contra o Jaraguá, fora de casa. É dar continuidade ao nosso trabalho e tentar subir na tabela”, destacou o goleiro Anderson.

Como foi

Minas e Copagril/Sempre Vida/Sicredi fizeram um grande jogo. O duelo começou muito truncado, com as duas defesas bem fechadas. O time minastenista chegou a criar várias chances nos primeiros 10 minutos de jogo, mas a bola sempre parou no bom goleiro Rennan, da equipe paranaense. No outro lado, o goleiro minastenista Anderson também fez grandes defesas. O Minas seguiu na pressão, mas a bola insistia em não entrar, até que, aos 16 minutos, Lion aproveitou a sobra dentro da área e estufou a rede do Copagril. Placar do primeiro tempo: 1 a 0 para o time mineiro.

Na volta do intervalo, a equipe minastenista empurrou o time. O Copagril partiu para o ataque para tentar o empate. Porém, após uma falha na saída de bola, Ferro foi mais esperto e encheu o pé para fazer 2 a 0, aos 4 minutos. O time adversário sentiu a pressão e cometeu vários erros na marcação. Com mais determinação e tranquilidade, o Minas chegou ao terceiro, aos 8 minutos, com Lion. Após sofrer o terceiro gol, o técnico Paulinho Cardoso, do time do Paraná, colocou Biel como goleiro linha. Aos 11 minutos, os paranaenses conseguiram diminuir a diferença, com um gol do ex-minastenista Xande, que chutou forte no canto direito do goleiro Anderson. Ainda com o goleiro linha em quadra, o time paranaense provou do próprio veneno. Aos 13 minutos, Vilela recuou a bola para ninguém e ela foi morrer no fundo do próprio gol (4 a 1). E não parou por aí. O time minastenista se manteve forte no ataque e não deu chances para os paranaenses reagirem. Aos 16 minutos, mais um gol minastenista (5 a 1), desta vez com Renatinho, que só empurrou para o fundo do gol, após cobrança de escanteio. A situação do Copagril só piorou. No minuto seguinte, o goleiro linha biel foi expulso com o segundo cartão amarelo, por impedir a saída de bola rápida do time minastenista. A partir daí, a torcida fez a festa na Arena e, com gritos de “olé”, empurrou a equipe minastenista para a segunda vitória na LNF.