O Jaraguá Futsal segue em pré-temporada e, enquanto os primeiros jogos da temporada não chegam, a equipe aproveita para aliar os treinamentos físicos com aspectos técnicos e táticos no mais curto espaço de tempo.

Lucas Pavin

Jaraguá Futsal realiza treinamento na Arena Jaraguá

Chegando ao final da terceira semana de atividades, a comissão técnica liderada por Fernando Ferretti intensifica os trabalhos, em dois períodos quase diários, para buscar a tão desejada homogeneidade de um elenco que passou por uma grande reformulação na virada do ano.

O foco inicial se deu a preparação física para diminuir a divergência de características após o período de férias. Para isso, foram feitos inúmeros testes, como de velocidade, agilidade, força e potência, que serviram para mensurar os ajustes necessários em cada jogador.

Embora a parte física tenha sido prioridade nas primeiras semanas, os treinos com bola também se fizeram presentes, cumprindo o objetivo da comissão técnica em unir os dois fundamentos.

Para muitos jogadores, é um período sacrificante que requer muita dedicação dentro e fora de quadra, além de um tempo de readaptação. É como relata o experiente fixo Fernando.

Contratado pelo Jaraguá em meados de 2018, o atleta de 33 anos não enfrentava uma intensa pré-temporada desde 2011, intervalo em que atuou em países do exterior com culturas muito distintas no quesito preparação.

Lucas Pavin

Fernando e Nicolas disputam a bola em treino do Jaraguá Futsal

Segundo ele, todo sacrifício até então será compensado durante o ano. “Fora do Brasil, a parte física, competitividade e ritmo de jogo é muito diferente. Então estou fazendo trabalho especial, pois é muito puxado e sinto dores que tenho que saber conviver com elas por fazer parte da pré-temporada. Mas sei que isso é bom e necessário para eu ter uma boa temporada”, disse.

Mas se engana quem pensa que a intensidade afeta apenas os mais “cascudos”. Recém-contratado pelo clube, o ala Gio, de 20 anos, destacou as dificuldades e a importância do descanso na pré-temporada. “Temos que abdicar de bastante coisa nesse início de ano e procurar descansar o máximo possível. Quanto mais estiver recuperado, melhor o desempenho nos treinos e nos futuros jogos”, declarou.

A pré-temporada do time jaraguaense encerra-se oficialmente na próxima sexta-feira (15), quando inicia a disputa na Copa Três Coroas, no Rio Grande do Sul.  A equipe de Ferretti estreia contra o Pato no torneio, que ainda conta com Carlos Barbosa e Cerro Porteño (PAR).

“É muito importante a gente ter essas disputas durante a pré-temporada para mensurarmos em que nível físico e tático nos encontramos. Vamos lá para ganhar e dar o máximo, mas também sabemos que ela faz parte da nossa preparação final de pré-temporada”, destacou o preparador físico Serginho Santana.

Característica do Jaraguá 2019

Com o técnico Fernando Ferretti servindo a seleção brasileira nas primeiras semanas de preparação, os trabalhos de pré-temporada têm sido acompanhados de perto pelo auxiliar Renato Vieira e do preparador físico e de goleiros, Serginho Santana. E após uma bateria de testes físicos e técnicos/táticos, já foi desenhado um perfil do atual elenco aurinegro.

Lucas Pavin

Preparador físico do Jaraguá destaca velocidade do atual elenco

Segundo Santana, a velocidade será uma marca da equipe em 2019. “Pelos trabalhos, notei um grupo muito veloz. É um time muito ágil mesmo e essa será nossa característica. Por isso, a parte física é muito importante ser bem feita para que as funções técnicas e táticas sejam melhores desenvolvidas. Então essa homogeneidade é o que mais procuramos na pré-temporada”, finalizou.