Yuri Gomes

Corinthians e Magnus fizeram partida muito equilibrada

Os dois melhores ataques da competição foram superados pelas defesas. No jogo de ida da final da LNF 2020, em São Paulo, Corinthians e Magnus ficaram no 1 a 1. Com o resultado, nenhuma das duas equipes abre vantagem para o sonhado bicampeonato. Domingo que vem, a grande decisão será em Votorantim.

No primeiro tempo, Leozinho fez espetacular jogada pela direita. Ele driblou o marcador com um chapéu, serviu o pivô que tocou para Charuto, de carrinho, empurrar para o fundo das redes e abrir o placar para os visitantes. O empate dos donos da casa saiu em um erro na saída de bola. Deives aproveitou e concluiu para o gol, ficando agora isolado na artilharia com 14.

Na volta do intervalo, o equilíbrio se manteve com as duas equipes demonstrando muita aplicação tática. Restando oito minutos, uma fatalidade traiu o goleiro Djony do Magnus. Quando estava iniciando uma saída de jogo, ele se desequilibrou, caiu, tocou com a mão na bola já fora da área e acabou expulso de quadra. Com um jogador a menos, o time laranja se defendeu e superou a pressão do time da capital. O placar não foi alterado até o final da partida.

O jogo de volta será no próximo domingo, 13h15min, na cidade de Votorantim. O ginásio de Sorocaba serve de hospital de campanha durante a pandemia. Quem vencer leva o caneco e em caso de empate, haverá prorrogação. Persistindo a igualdade, o título será do Magnus por ter feito melhor campanha na primeira fase da competição.