Edson Castro

Corinthians derrotou o Atlântico nos pênaltis e vai jogar a final da Supercopa com o Pato

O Corinthians está na final da Supercopa de Futsal 2020. Neste sábado, 28, os paulistas venceram o Atlântico nos pênaltis para assegurar a vaga na decisão do título. No tempo normal, os dois times empataram em 3 a 3. Com placar de 0 a 0 na prorrogação, a decisão foi para os pênaltis onde Obina se consagrou com duas defesas e ajudou o Timão a vencer por 4 a 3.

O Corinthians enfrentará agora o Pato na decisão do título. Os paranaenses encerraram a primeira fase na liderança e por isso garantiram vaga direta na final. O Atlântico finaliza a competição em terceiro lugar.

O jogo

Já era de se esperar um grande jogo entre Atlântico e Corinthians. Valendo vaga na final da Supercopa, as duas equipes começaram marcando forte e criando oportunidades ofensivas. O time paulista acabou saindo na frente, aos 5min28, quando Careca arriscou de sua área e marcou: 1 a 0.

O Atlântico reagiu e aos 8min56, Barbosinha recebeu na frente da área, girou na marcação do goleiro Careca e tocou sem chances para o goleiro adversário: 1 a 1.

O Corinthians voltou à frente do placar aos 11min23, com Murilo, cobrando falta. A 16min59, outra boa chance do Galo, que a bola de Gessé acertou o travessão. Mas menos de um minuto depois, Cléber recebeu cruzamento na área e definiu: 2 a 2.

Já na etapa final, a 2min14, Barbosinha chutou cruzado pela direita e garantiu a virada no placar do jogo em favor do Atlântico. Mas a 12min13, Deives concluiu jogada de ataque e voltou a deixar o placar empatado.

Com o placar igualado no tempo normal, a decisão da vaga foi para a prorrogação. Embora algumas oportunidades criadas, placar de 0 a 0 e decisão nos pênaltis. Nas cobranças alternadas, o goleiro mandou Obina para o gol e ele fez duas defesas (Jé e Dill) contra uma de João Paulo (Jackson), garantindo a vitória paulista por 4 a 3 e a vaga para a final da Supercopa. Sinésio, Cléber e Silva marcaram para o Atlântico. Deives, Murilo, Daniel e Éder Lima fizeram os gols do Corinthians.