Marcos Pí

Umuarama largou na frente do Cascavel no jogo de ida

Um duelo de super campeões na decisão do Paranaense. Se tem uma coisa que não falta nesse confronto entre Umuarama e Cascavel é rivalidade e algumas coincidências. Vamos a primeira. Cascavel campeão em 2005 em cima do Umuarama. Em 2007 eles se encontraram novamente só que dessa vez deu Umuarama.

Outra coincidência é que o primeiro jogo das finais sempre foi no Amário Vieira da Costa e o Umuarama sempre venceu. Em 2020 o time comandado por Nei Victor, que das outras vezes esteve no outro lado, respeitou a história e o fator casa, mesmo sem torcida, fez toda a diferença.

Mura marcou o primeiro com quase quatro minutos de jogo. Deixaram ele sozinho na cobrança de lateral e o ala concretizou outra mística. Agora são sete jogos entre Cascavel e Umuarama em decisões. Em todos o time da Capital da Amizade saiu na frente.

Dois minutos depois veio o segundo. Caio Jotinha achou Hugo e o pivô improvisou com a letra “H” maiúsculo para fazer 2 a 0 Umuarama. Um gol que entra para a história do clássico.

Faltando 11 minutos para o fim da etapa inicial o Cascavel diminuiu com estilo. Humberto deu um leve toque na bola e de cobertura marcou o quarto dele no campeonato e o primeiro do Cascavel. Só que três minutos mais tarde Caio Jotinha aproveitou o bate-rebate na área da serpente para. Nono gol dele na Série Ouro, dois a menos que o artilheiro do campeonato, Carlão do Cascavel.

Após o intervalo os gols demoram para sair. Hugo marcou o quarto do Umuarama com 12 minutos de bola rolando no segundo tempo. Ele se livrou da marcação de Biel só no movimento e de biquinho mandou para as redes.

David deu esperança para Cascavel. Ele ficou com a sobra dentro da área e chutou colocado para superar um batalhão de jogadores que estava por ali. Mas com linha-gol do tricolor em quadra o Umuarama foi implacável. O experiente Augusto liquidou a fatura. 5 a 2 placar do primeiro jogo. Nei Victor venceu a primeira batalha contra Cassiano Klein.

E lembra das coincidências? Cassiano chega a final em seu segundo ano comandando o Cascavel. Nei decide a Série Ouro também na sua segunda temporada com Umuarama e precisa de um empate para levantar o troféu. Se o Cascavel vencer o campeonato vai para a prorrogação e nesse caso joga pela igualdade.