Lucas Pavin

Jaraguá segue rotina de treinamentos

O Jaraguá completou nesta quinta-feira (8) exatos 70 dias de pré-temporada. Um longo período de preparação e suficiente para o técnico Fernando Malafaia deixar o time pronto para entrar oficialmente em quadra na temporada.

Mas, assim como no ano passado, a pandemia atrapalha o calendário do salonismo nacional, que deveria ter iniciado em março e precisou ser prorrogado.

Sem conseguir fazer amistosos e torneios preparatórios, a ansiedade só aumenta na rotina diária entre atletas e comissão técnica, que não veem a hora da indefinição terminar para o time colocar em prática tudo que vem sendo treinado desde janeiro.

“É bom ter um longo tempo de preparação, mas em demasia, vira ao contrário em função do emocional do atleta, que vive de desafios. Os desafios são os jogos. Como não estão tendo trabalhamos muito o mental também. O importante é jogar e vamos crer que final deste mês comece alguma competição”, disse Malafaia.

Paulo Sauer

Jaraguá espera voltar às competições

A Copa do Brasil, que começaria em abril, vai ter sua largada em maio, com o time jaraguaense fazendo o jogo de ida da primeira fase contra o Pato, no dia 4, no Paraná. Quatro dias depois, pode ter a estreia no Campeonato Catarinense, mas ainda sem adversário e local definidos pela Federação.

Então resta aguardar uma possível regressão da Covid-19 para que o torcedor possa, enfim, acompanhar a versão 2021 do Jaraguá Futsal em ação.

Adaptação ao estilo Malafaia

Desde que chegou ao clube em novembro do ano passado, o técnico Fernando Malafaia deixou bem claro que o time teria muita intensidade e posse de bola, características conhecidas de seu trabalho por onde passou.

Em Jaraguá do Sul, não está sendo diferente. Com forte espirito de liderança e muita cobrança, o treinador vem conseguindo implementar sua filosofia. Muito por conta das peças do elenco, que segundo ele, dão grande resposta nas atividades.

“Estou muito satisfeito com o elenco, que alia capacidade técnica com velocidade, leitura tática e muita competitividade. O encaixe com relação ao meu estilo de jogo está sendo muito tranquilo, sereno, porque eles (atletas) estão gostando desse conceito de ficar com a posse da bola e atacar ludibriando o sistema defensivo adversário. Estou muito feliz com o elenco que montamos”, declarou.

Jogador mais experiente da equipe, o pivô Eka, de 39 anos, também não poupou elogios ao estilo de jogo do treinador e ao grupo de jogadores, que vivem a expectativa pela estreia.

“Conhecia o estilo de jogo do Malafaia, que pessoalmente me agrada muito por ser agressivo e intenso. O time tem muita qualidade e com jogadores que exercem várias funções. Estamos bem servidos e esperamos estrear o quanto antes para medir nosso grau de entrosamento e traçar os objetivos da melhor forma possível”, afirmou.

Lucas Pavin

Jogadores do Jaraguá recebem orientação do treinador