Os ingressos foram vendidos em duas hora. No dia do jogo, o Ney Braga já estava lotado bem antes da bola rolar. Só por aí já se via a expectativa da equipe de Marechal Cândido Rondon, a Copagril, na esperança de chegar a sua segunda final de Liga Nacional de Futsal (LNF), seis anos após a primeira. Já o Magnus, de Sorocaba, precisava vencer o time de melhor desempenho da LNF2016, para poder então disputar a vaga na final no tempo extra. Para isso contava com seu elenco experiente e habituado a decisões.

Guilherme Mansueto

Magnus ficou com a vaga

Depois de vencer de virada, por 2×1, com gol de Simi, o Magnus forçou a prorrogação. No tempo extra ninguém conseguiu balançar as redes e a decisão da semifinal seguiu para os pênaltis, quando o Magnus foi perfeito, ao converter duas cobranças e não sofrer nenhuma. Destaques para as duas defesas do goleiro Luan. Agora Corinthians e Magnus farão a grande final nos dias 05 e 12 de dezembro, e em caso de dois empates ou vitórias alternadas, teremos ainda o terceiro jogo, a ser jogado na casa do Corinthians, por ter melhor Índice Técnico.

O jogo

Copagril entrou em quadra com Deivd, Biel, Parrel, Gustavinho e Barbosinha, e o Magnus com Tiago, Rodrigo, Mithyuê, Xande e Simi.

Partida começou muito estudada e com poucas chances claras. Já com aproximadamente cinco minutos de jogo, a Copagril assustou Tiago em cobrança de falta. Da mesma forma, na bola parada, Falcão sobrou livre na área, mas o goleiro Deivd já estava em cima e fez bela defesa, ele que já havia feito ótima partida em Sorocaba. Já no final da primeira etapa Deivão bateu na diagonal e a bola passou perto. Logo na sequência, Neguinho pisou na bola, em lance de habilidade e abriu para o chute com boas condições, mas a bola subiu demais.

Com poucos minutos para o final da primeira etapa a partida incendiou. Barbosinha mostrou porque foi convocado para a seleção brasileira e é indicado a Revelação da LNF2016. Primeiro em lance individual carimbou o travessão, em melhor oportunidade do jogo até então. Depois ele não perdoou, em chute fortíssimo ele surpreendeu Tiago, que até espalmou, mas via a bola entrar e o Ney Braga explodir em alegria. A vantagem durou muito pouco, porém, pois Rodrigo, artilheiro da LNF, tratou de empatar depois de receber passe de Falcão.

A segunda etapa também começou sem chances claras de nenhum dos lados. Faltando 11 minutos para o apito final Djaelson conseguiu espaço para finalizar uma vez pelo lado esquerdo, e depois pelo lado direito, do ataque. As duas vezes para fora. Magnus tentou responder, mas sem a mesma efetividade. Aproveitando o momento a Copagril pressionou mais, atacava e recuperava a posse de bola com facilidade. Inclusive com Gustavinho, pegando a bola depois de falha de Tiago com os pés, aos 12 minutos do segundo tempo.

A temperatura continuou subindo. Faltando 7 minutos, Pixote entrou como goleiro linha na equipe do Magnus. Aí pegou fodo de vez. A disputa ficou mais aberta e franca, especialmente perigosa para o visitante. Rodrigo levou amarelo ao chegar atrasado em dividida com Barbosinha, em jogada de grande chance de gol. E nos ataques frustrados com goleiro linha, a bola atravessa a quadra com velocidade, na procura das redes desprotegidas.

Daniel teve nos pés a bola do desempate, ele deu a cavadinha tirando Deivd, mas não Kauê, que tirou em cima da linha de cabeça, salvando o time da casa. Mas em uma bela trama de passes, Simi ficou com o gol aberto e fez o gol da virada. Foi a vez então da Copagril entrar com o goleiro linha. Resultado final do tempo regulamentar, 2×1.

Na prorrogação ninguém conseguiu marcar e a partida seguiu para os pênaltis.

Magnus marcou com Rodrigo, Deivd perdeu pela Copagril, com defesa de Luan. Na segunda rodada, Simi fez e Gustavinho bateu para nova defesa do jovem goleiro. A grande final será entre Corinthians x Magnus.

#FinaisLNF2016
Jogo de Ida – 05/12
Jogo de Volta – 12/12

Arte LNF